segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Merkelizar

Com o protagonismo de ser líder do país europeu mais poderoso durante esta crise, Angela Merkel é o saco-de-boxe do pugilista que há dentro de todos nós. País de bons costumes, uma enorme fama de bem receber, mas também da Merkelização. E o que será isso? Podemos lá chegar através dum simples raciocínio, através dos adjectivos e nomes que têm saído da boca dos portugueses para apelidar a chanceler, nos últimos dias. Os homens chamam-lhe gorda. As gordas chamam-lhe vaca. As vacas chamam-lhe porca. As porcas chamam-lhe infornicável. As infornicáveis chamam-lhe homem. Os homens chamam-lhe gorda... and so on and so on. É tão nosso, essa coisa da Merkelização.

2 comentários:

LDP disse...

...e se daqui a uns anos começarmos a dizer: "foda-se, a Merkel é que tinha razão!"?

Kim III disse...

É que é mesmo...